Possibilidades da linguagem do desenho na escola

Data: 2 junho 2024
Duração: 4 horas
Local: Sede da ART, Rua Prof. Mário Chicó, 5 – 1600-644 Lisboa

WORKSHOP PRESENCIAL
Para docentes de todos os níveis de ensino e outras pessoas interessadas

Vagas limitadas.

Crianças, jovens e adultos dizem insistentemente: “não sei desenhar”, em grande parte porque na sua escolarização houve práticas equivocadas, desviadas da experimentação e do domínio da linguagem do desenho. O que fazer para que o ato de desenhar seja ressignificado na escola? As experimentações lúdicas com materiais e suportes, os “veículos” expressivos, talvez sejam os primeiros passos para aproximar as crianças e os jovens do desenho. Além da exploração material, é desejável ampliar os repertórios dos estudantes sobre o desenho, procurado na cultura visual – da arte, das culturas ancestrais, do mundo virtual, da moda, das tatuagens, das revistas, dos livros, entre outros materiais visuais – possibilidades de expressão gráfica que façam sentido para eles. A proposta deste workshop é possibilitar situações prazerosas da linguagem do desenho para que cada participante perca o medo de desenhar e possa repensar as infinitas formas de desenvolver propostas desta linguagem na escola.

55,00 

Em stock

Duração: 4 horas
Data: 2 junho 2024
Horário: 09h30-13h30
Local: Sede da ART – Rua Prof. Mário Chicó, 5 – 1600-644 Lisboa
Formadora: Susana Rangel
Destinatários: Docentes de todos os níveis de ensino e outras pessoas que trabalham em artes visuais com crianças.
Acreditação: Este workshop é acreditado para docentes como Ação de Curta Duração de 4 horas
Centro de formação: CFATEXXI

Vagas limitadas.

 

SINOPSE

O desenho das crianças e dos jovens pode ser abordado através de diferentes pontos de vista. Esta formação pretende, por um lado, desconstruir perceções antigas de interpretação do desenho infanto-juvenil e, por outro lado, realizar experiências de desenho com materiais riscadores. A proposta surge com o objetivo de colocar os participantes no lugar das crianças e dos jovens e compreender que tipo de opções podem ser feitas ao realizar um desenho, ao nível do que se pretende realçar, omitir, ampliar ou descartar. O desenho continua a ser a linguagem artística mais comum dentro da sala de aula, razão pela qual ele deve ser pensado a partir de uma perspetiva pedagógica.

NOTA: Para obter o seu certificado de formação creditada, após a inscrição irá receber um email para se registar na base de dados do centro de formação CFATEXXI. Quem não precisa, não tem de se registar e receberá um certificado da Arte Central, personalizado e com os dados da formação. Os certificados são digitais e enviados por email.

CONTEÚDOS

  1. Teorias da aprendizagem e desenvolvimento da criança
  2. Estratégias pedagógicas para integrar o desenho na sala de aula
  3. Análise do desenho infantil e juvenil
  4. Exploração de materiais riscadores e técnicas de desenho

 

MATERIAIS PARA O EXERCÍCIO PRÁTICO:

  • Todos os materiais estão incluídos no valor da formação

 

AVALIAÇÃO

Preenchimento de um questionário de satisfação.

Susana Rangel

Susana Rangel, arte-educadora e investigadora.

 

Susana Rangel é Pós-Doutora em Arte e Educação pela Universidade de Barcelona e Universidade do Minho. É Doutora em Educação (UFRGS), Mestre em Educação (UFRGS) e Licenciada em Artes Visuais (UFRGS). Durante 18 anos foi investigadora e professora de Arte e Cultura Visual na Licenciatura em Pedagogia e no Programa de Pós-Graduação em Educação (UFRGS) em Cursos de Especialização, Mestrado e Doutoramento. Foi supervisora de estágio curricular em Educação Infantil nas Licenciaturas de Pedagogia e de Artes. Foi professora de Arte no Curso de Pedagogia a distância (UFRGS). Desenvolveu o projeto de investigação “ConversAções: Crianças e Arte Contemporânea” e coordenou o projeto de investigação “Cultura Visual e os modos de ser criança”. É investigadora no Grupo de Pesquisa Arte na Pedagogia – GPAP da Universidade Mackenzie, em São Paulo.  Tem artigos em revistas e livros publicados no Brasil, Portugal, Argentina, Uruguai e Espanha. Foi coordenadora editorial da coleção de livros “Educação e Arte” da Editora Mediação. Atualmente é membro do conselho editorial da Editora Zouk. É consultora e avaliadora em diversas revistas académicas, agências de fomento e editoras. É membro de comissões científicas de publicações e eventos internacionais. Organizou 4 livros com enfoque em Arte Contemporânea e crianças. É proprietária da empresa Amarelo Van Gogh: Educação e Arte, um laboratório de experiências e proposições pedagógicas em Arte, que tem como foco a formação contínua em Arte de professoras de diferentes áreas do conhecimento e outras pessoas que atuam com crianças.

 

Informação adicional

Duração da formação

Curta duração

Acreditação

Acreditada no âmbito geral como ACD

Níveis de ensino

Pré-escolar, 1º Ciclo, 2º Ciclo, 3º Ciclo, Secundário, Ensino Especial

Modalidade

Formador/a

Produtos relacionados